CAFÉ PRETO

Esse é o nome do nosso segundo álbum, uma mistura de ritmos brasileiros com influências estrangeiras com sonoridade orgânica e tranquila. Estamos bastante felizes de terminar esse segundo trabalho com músicas escritas em diferentes épocas mas que se encaixaram bem na proposta que era fazer um álbum com elementos regionais brasileiros e falar de temas diferentes do primeiro EP "Feito Pedra Turmalina".

O álbum começa com "Estação Carioca" uma música escrita no Rio de Janeiro e fala sobre as pessoas que se cruzam diariamente em suas vidas no caminho pro centro da cidade, o nome é referência à estação de metro que fica no Largo da Carioca e que eu usava diariamente para ir ao trabalho. A melodia do verso vinha na minha cabeça quando descia do metro e aí fui desenvolvendo a idéia da letra. Depois me mudei para Buenos Aires e vi que isso acontece de forma bem parecida, coisa de cidade grande.

Outra faixa com uma história bacana é "Lua" , uma canção escrita já aqui em Buenos Aires e foi a última que entrou no álbum, uma história de amor que fala de astronomia, saturno, constelações, de olhar pro céu. Um mistura de reggae, xote e capoeira.

Café Preto também apresenta a primeira canção que eu escrevi com uns 14 anos, a primeira que pareceu que realmente poderia ser uma canção, nessa época eu já meio que tinhas escrito os dois versos e o refrão, sobreviveu na memória esse tempo todo e agora foi registrada numa pegada mais folk/country.

Hoje em dia estamos morando na Argentina, em Buenos Aires, e nos apresentamos com nossa banda formada por Ariel na baterial, Agustin na gaita, Hernan no baixo e Vicky no backvocal.

Nossos álbuns estão disponíveis em todas as plataformas digitais e também em nosso canal de YouTube e Instagram!

Sigam nos nas redes sociais e acompanhem nosso trabalho!

Thiago Pontes